segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Sou um homem normal, cassado tenho dois filhos. Mais o que é ser normal?

Me pergunto isso com muita frequência, pois não aceito o normal que a sociedade nos impõem.


Tenho um lado diferente. Gosto de usar roupas femininas: calcinha, sutien, saia, vestido, ou seja, tudo o que uma mulher usa. Mas isso só posso fazer quado estou sozinho em casa - sou uma meninha de armário - pelo preconceito ainda não tive coragem de me revelar, de sair do armário - mostrar o meu lado mulher - a maioria das pessoas que vivem essa mesma situação sabem bem o que eu estou dizendo.

O mundo é cruel com quem, ou o que desafia sua leis. O preconceito está vivo mais do que nunca, bate, espanca, mata. Mata por ignorância, por não aceitar as pessoas como elas são. Homens podem ser delicados, gostar de carinho, sejam de mulher ou de outro homem, assim como mulheres também podem.

Não viemos ao mundo a passeio, todos nós temos uma missão a cumprir - seja ela qual for - ser homem ou mulher isso não importa. O que realmente faz sentido é ser feliz.

Um comentário:

  1. Ja fui meio preconceituoso, nao brigava, mas evitava todos que nao fossem hetero... Mas conheci o site Diario tlover e deslanchei
    http://diariotlover.com/
    Fiz amizades com pessoas super legais como a http://www.supergiselleasthon.blogspot.com/
    a May http://mayabd2010.blogspot.com/
    entre outras. Aprendi como perdi amizades importantes com meus antigos pensamento mesquinhos. Mas antes tarde do que nunca.
    Parabens!
    Ha, virei fã.

    ResponderExcluir